Causas das Doenças do Fígado

Causas das Doenças do Fígado

As doenças do fígado podem ser agudas ou crónicas. As primeiras, como por exemplo a hepatite aguda vírica, podem curar espontaneamente sem deixarem sequelas (hepatite A), ou podem evoluir para hepatite crónica (hepatite C); por outro lado, as doenças crónicas do fígado podem progredir e causar cirrose.

As doenças crónicas do fígado poderão ter inúmeras causas, as quais podem ser agrupadas em cinco categorias: víricas (hepatite B, hepatite C, hepatite delta), alterações do sistema imunológico (hepatite autoimune), tóxicas (doença hepática alcoólica, medicamentos), alterações do metabolismo (acumulação de ferro, cobre, gordura ou determinados produtos) e vias biliares (colangite biliar primária, colangite esclerosante primária). Outras condições metabólicas, vasculares ou genéticas podem também causar doença hepática e evoluir para cirrose.

Os cálculos (pedras) na vesícula e vias biliares são, geralmente, causa de crises agudas.1

Adicionalmente, o consumo de álcool e de drogas, a obesidade, a diabetes mellitus tipo 2, tatuagens e piercings e a prática de sexo desprotegido, são fatores que aumentam o risco de desenvolvimento de doença hepática.2

  1. Velosa J. Hepatologia Clínica. 1ª edição, Lisboa. Lidel-Edições Técnicas, 2020.
  2. Kalra A, Yetiskul E, Wehrle CJ, Tuma F. Physiology, Liver. In: StatPearls. Treasure Island (FL): StatPearls Publishing; 2020.
Voltar